quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

O CONCEITO DO LIVRE ARBÍTRIO

  O CONCEITO DO LIVRE ARBÍTRIO
 Parte 1 
 Gênesis 3:7 "Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais."

  O Livre  Arbítrio não é um direito do homem e sim de Deus. Livre quer dizer:  Absolvido de punição, independente de vontade própria.

Arbítrio vem da palavra Arbitro e quer dizer:  Juiz, Senhor, Avaliador, Dono.

Arbitro também significa: Norma, Padrão ou modelo a ser seguido.

 Então Livre Arbítrio quer dizer:  Independência para agir segundo a minha vontade, ser senhor e dono.
  Este direito do Livre Arbítrio é do Senhor o Criador e Justo Juiz.

Não cabe ao homem decidir, mas obedecer a "Boa, Agradável e Perfeita Vontade de Deus" (Rm 12).

  O Livre Arbítrio não se refere em voce escolher a cor da roupa que vai vestir, ou o que voce vai comer (arroz, feijão, carne, ovo. . .),
pois este direito de escolha não se chama livre arbítrio,pois, não nos faz pecar,  nem fere a Santidade de Deus,
pois não interfere o processo de Santificação e Salvação Eterna na vida do homem.

 Este tipo de vontade é permitido por Deus.

Porém uma vez que decidiu usou o teu direito de livre arbítrio pra servir honrar glorificar a Deus você já não tem mais o direito deus da lu é uma vez só que não tem volta decidiu servir a Deus está decidido o homem pode até cair mas a Deus cabe levantar.
 O livre Arbítrio depois de decidir se voltar é uma desobediência que leva o homem a escolher entre obedecer a Vontade de Deus ou não.
 Esta escolha fere a Santidade de Deus.
 interfere no processo de santificação e leva o homem a morte eterna.
Através da influência de satanás sobre o homem que Deus formou.
Faz o homem acreditar que ele pode ficar usando este arbítrio na hora que bem entender não é assim.
Esse conceito de liberdade total no arbítrio Não foi dado por Deus
 nem moldado em seu caráter, até então o homem não tinha vontade própria, pois reconhecia Deus como Criador e Senhor e o Obedecia
 até que satanás despertou no homem esta vontade própria dizendo: "Voce pode escolher, não precisa Obedecer", levando o homem a perder seu lugar no Jardim do Éden através do engano e da sedução.

 Satanás transferiu ao homem um desejo que havia nele "Voce pode ser Deus", pois sabia que assim como ele perdeu o direito do reino dos céus de se Relacionar com seu Criador, o homem também perderia.

Este "direito de escolha" da mentira do Livre Arbítrio custou ao homem a quebra do Relacionamento com Deus e a expulsão do Jardim do Éden.

Até então o homem só conhecia o bem, mas quando satanás conseguiu engana-lo, levando-o a desobedecer, conheceu o mal (Gn 3:7), satanás sabia que depois disto, o homem seria tentado todo o tempo a escolher entre o bem e o mal.

  Vemos que esta escolha do homem teve punição.
Se Livre Arbítrio é um direito porque então eles foram punidos?

Toda vez que usamos deste engano chamado Livre Arbítrio sofreremos perdas e danos espirituais e materiais. (Ler Ef 1:1-14)  Efésios 1:5 "E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,. . ."



            TEMA: MALCO, 


UM SONHO QUASE PERDIDO.



TEMA: MALCO, UM SONHO QUASE PERDIDO.
Jo 18.10
 TRANSIÇÃO: Apresentar o texto e contexto.
·        Jesus esta no Getsêmani orando
·        Em uma noite fria e de angustia
·        De repente na madrugada surge o seu traidor, Judas e oficiais do sumo sacerdotes e fariseus.
·        Ele foram prender Jesus e de repente algo acontece.
·        Pedro corta a orelha do servo do sumo sacerdote, Malco.
1.     O QUE ERA O SERVO DE UM SUMO SACERDOTE:
       I.            Eram aqueles que almejavam um dia ser sacerdotes,
    II.            Dedicavam sua vida de 5 à 8 ,anos ao estudo da Toráh,
 III.            Se dedicavam ao trabalho no Templo (12 em 12 horas colocando lenha no altar para o fogo não apagar; etc…),
IV.            No fim de seu estágio, quando faltava 1 ano para ser consagrado ao Sacerdócio, se tornava SERVO DO SUMO-SACERDOTE.
·         Acompanhava o sumo-sacerdote o tempo inteiro, na condição não só de aprendiz (discípulo), mas deservo.
   V.            Um grande equivoco que muitos cometem, é dize que Pedro cortou a orelha do soldado.
·        A Bíblia não diz que Malco era um Soldado; os quatro Evangelhos dizem que Malco era “SERVO DO SUMO-SACERDOTE” (Mt.26:51 ; Mc.14:47 ; Lc.22:50; Jo.18:10).
·        Etimologia: MALCO - OuMalchus, é a forma helênica do hebraico Meleque, que significa “rei”. Na Bíblia ele é identificado por João como aquele servo do Sumo Sacerdote Caifás que lidera a legião de soldados romanos para prender Jesus.
VI.            O Sumo Sacerdote, tinha, em geral, quatro grupos de servos:
·        Os chamados de chefes dos sacerdotesO Comandante do Templo, responsável pelo culto e pelo policiamento no santuário e que substitui o Sumo Sacerdote em caso de necessidade;
·        Os chefes das 24 secções semanais;
·        Os sete vigilantes do templo
·        E os três tesoureiros.. 
VII.            O servo de um sumo sacerdote poderia substituí-lo quando necessário.
·        Para isso Ele era sabatinado pelo sinédrio lei.
VIII.            Ele precisava preencher os requisitos exigidos pela lei:
·        Entre esses requisitos estava o da perfeição no corpo.
·        > Levítico 21:17 - Fala a Arão, dizendo: Ninguém da tua descendência, nas suas gerações, em que houver algum defeito, se chegará a oferecer o pão do seu Deus.
·        > Levítico 21:21 - Nenhum homem da descendência de Arão, o sacerdote, em quem houver alguma deformidade, se chegará para oferecer as ofertas queimadas do SENHOR; defeito nele há; não se chegará para oferecer o pão do seu Deus. 
·        Não podia ter nada deformado em seu corpo, ou defeito físico.
IX.            Malco preparou-se a vida inteira para ser um dia um sumo sacerdote.
2.     QUEM ERA O SUMO SACERDOTE DA ÉPOCA:
       I.            O Sumo Sacerdote da época de Jesus não era, como no Antigo Testamento, um homem escolhido por Deus.
    II.            Nessa época, o Sumo Sacerdote era escolhido ou indicado por Herodes, a fim de que o mesmo atendesse aos interesses de Roma, sempre que se tornasse necessário.
 III.            O NOME DELE ERA CAIFAS.
3.     A DIREÇÃO EM QUE MALCO ESTAVA:
       I.            Ainda que estivesse a serviço da maldade do sacerdócio;
    II.            Ainda que sua motivação naquele momento fosse a pior possível;
 III.            Ainda que seu coração tivesse se corrompido levando-o a aceitar esta baixa condição de executar missões reprováveis em nome do Sumo Sacerdote,
IV.            Malco, todavia acreditava estar a serviço da Obra de Deus.
   V.             Ele havia dedicado toda a sua vida em função deste sonho, o de ser um sacerdote.
VI.            Na verdade, Malco era um homem que se achava na multidão errada, defendendo a causa errada, envolvendo-se com pessoas erradas.
4.     E QUANDO A ORELHA FOI CORTADA:
       I.            Pedro puxa uma espada.
    II.            Ele corta a orelha de Malco.
 III.            Malco perda uma das partes mais importantes nos requisitos para realizar o seu sonho “a orelha”
IV.            Ele precisava daquela orelha.
   V.            A Bíblia faz questão de mencionar que a orelha era a DIREITA (Jo 18.10).
VI.            Nas Leis Cerimoniais estava expresso que todas as vezes que o sacrifício se iniciasse, era necessário que o sacerdote fosse ungido antes de se apresentar perante o altar do Senhor. As partes do corpo do sacerdote que deveriam ser ungidas eram:
·        O dedo polegar da mão direita,indicando a positividade do sacerdote em cumprir toda a lei.
·         O dedo do polegar do pé direito,indicando que os pés deste sacerdote andariam apenas nos caminhos do Senhor.
·        A ponta da orelha direita.indicando que o sacerdote ouviria apenas a voz do seu Deus.
·        Levítico 14:14 - E o sacerdote tomará do sangue da expiação da culpa, e o porá sobre a ponta da orelha direita daquele que tem de purificar-se e sobre o dedo polegar da sua mão direita, e no dedo polegar do seu pé direito.
VII.            Na consagração do sacerdote o sangue era passado na ponta da orelha direita, e dos polegares direitos dos pés e das mãos.
·        A importância da orelha direita, esta em êxodo 29:20 “…e imolarás o carneiro, e tomarás do seu sangue, e o porás sobre aponta da orelha direita de Arão e sobre a ponta da orelha direita de seus filhos, como também sobre o dedo polegar da sua mão direita e sobre o dedo polegar do seu pé direito; e espargirás o sangue sobre o altar ao redor.”
VIII.            Malco vê naquele momento todos os seus sonhos caídos ao chão.
·        ORELHA DIREITA = Sacerdócio. Seria impossível exercer o sacerdócio sem a orelha direita.
·        Sacerdócio Universal do Crente: “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus”. (Romanos 10:17)
·        QUEM CORTOU? Pedro = andava com Jesus, mas ainda não havia se definido (Lc.22:32).
SALVAÇÃO SEM TRANSFORMAÇÃO, SEM NOVA FORMA DE VIDA = Simboliza a Religião
Ø Pedro teve duas fazes distintas em sua vida:
- 1ª antes da morte e ressurreição de Jesus, onde ele ainda não havia se convertido.
- 2ª após a ressurreição de Jesus onde ele havia verdadeiramente se convertido.
5.     O ULTIMO MILAGRE DO MINISTÉRIO TERRENO DE JESUS.
       I.            O ultimo milagre foi restaurar um sonho.
    II.            Enquanto o sangue escorrer e Malco abaixado passando a mão no chão cassando sua orelha.
·        No escuro da noite fria.        Ele estar desesperando com uma das mãos a cabeça e o sangue escorrendo.
     A outra mão cassando a orelha no chão.
     A dor terrível pelo corte.      Mas o que mais doía era o sonho que acabou.
    E agora tudo que eu fiz e me preparei acabou.
       Cerca de um ou três minutos de desespero.
           Jesus se abaixa pega a orelha e coloca no lugar.
     “Não importa o tamanho do milagre, o que importa é o tamanho do impacto causado por ele”.
            O sonho voltou, e Malco esta maravilhado com esse homem.
·        Quem é esse homem que restaura sonhos.
·        O homem que levanta novamente o sonho de um ministério.
·        Malco nunca mais foi o mesmo, seus sonhos não acabaram ali.

Conclusão:
Jesus é o restaurador de sonhos. Quem sabe você perdeu a orelha (sonho) e você desistiu de lutar por eles. O nosso Deus é poderoso para fazer muito mais. Confie nEle e espera nEle. Seja ministério ou qualquer área da tua vida, Jesus pode mudar todas as circunstâncias

Plenadoraçāo Internacional.

COMUNIDADE EVANGÉLICA PLENADORAÇÃO
 TEMA: SÍNTESE EXPLICATIVA SOBRE AS PEDRAS DO ALTAR DA CONQUISTA
Josué 4:19 “Subiu, pois, o povo, do Jordão no dia dez do mês primeiro; e alojaram-se em Gilgal, do lado oriental de Jericó.  20 E as doze pedras, que tinham tomado do Jordão, levantou-as Josué em Gilgal.  21 E falou aos filhos de Israel, dizendo: Quando no futuro vossos filhos perguntarem a seus pais, dizendo: Que significam estas pedras?  22 Fareis saber a vossos filhos, dizendo: Israel passou em seco este Jordão.  23 Porque o SENHOR vosso Deus fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que passásseis, como o SENHOR vosso Deus fez ao Mar Vermelho que fez secar perante nós, até que passássemos.  24 Para que todos os povos da terra conheçam a mão do SENHOR, que é forte, para que temais ao SENHOR vosso Deus todos os dias

PRIMEIRA PEDRA DO ALTAR DA CONQUISTA
                                  “FÉ”
  Os hebreus eram pessoas desacreditadas historicamente:  saíram de Canaã por causa da fome, foram acolhidos por José que na época era governador do Egito, após algum tempo os hebreus se tornaram escravos da própria terra que os havia acolhido.  Foram aproximadamente 430 anos de servidão: sem sonhos, sem promessas e sem relacionamento com Deus por causa do pecado.  Um dos maiores inimigos da Fé é o sofrimento. A maioria das pessoas que começam a se relacionar com Deus não conseguem exercitar sua fé por causa de sofrimentos que passaram na infância, na juventude, no casamento, na vida financeira, etc. . .  A Primeira Pedra que colocaremos no Altar de nossas Conquistas é a Pedra da “FÉ”, pois não dependemos mais da força do nosso braço para ter convicção da Promessa de Deus em, nossa vida.  Josué sabia que aquela conquista era pela Fé e estava crendo naquilo a muito tempo independente do tempo ou da circunstancia.

APRENDENDO  SOBRE OS PRINCÍPIOS DA FÈ PRIMEIRO PRINCÍPIO A FÉ É UMA PORTA QUE TEM DE SER ABERTA:
 Atos 14:27 “E, quando chegaram e reuniram a igreja, relataram quão grandes coisas Deus fizera por eles, e como abrira aos gentios a porta da fé.”  A Fé das pessoas precisa ser despertada, é uma porta que está no espírito do homem, para fortalecer sua alma abatida pelo sofrimento, trazendo para o reino físico o sobrenatural de Deus para suas vidas. A porta da fé de Josué estava aberta, mesmo estando rodeado de muitos incrédulos nunca se fechou.  Entenda que a Pedra da fé é uma porta que te conduz as Promessas, independente do tempo ou circunstância.


 SEGUNDO PRINCÍPIO PELA FÉ O CORAÇÃO É PURIFICADO:
Atos 15:9 “E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé.”  Vivemos cercados de pessoas incrédulas que precisam ser transformadas. É necessário bombardearmos estas pessoas com nosso testemunho. É fácil ver os defeitos delas e aponta-los, mas nosso papel é enxergar com os olhos da fé no que se tornarão após serem purificadas, da dureza, da maldade e do pecado.  Deus disse a Josué que meditasse na Palavra de dia e de noite e que não se apartasse dela desta forma Josué não contaminou seu coração como os incrédulos.

 TERCEIRO PRINCÍPIO PELA FÉ SOMOS SANTIFICADOS:  Atos 26:18 “Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim.”    È necessário sermos santificados todos os dias. No mundo é cada vez mais difícil as pessoas viverem apartadas do mal: no computador aparecem janelas que convidam a sites pornográficos, os filmes sempre exploram da sensualidade ou de cenas de sexo, no serviço recebem assédios constantes, nas escolas as meninas e os meninos competem uns com os outros.  Não é necessário fé para se para pecar, isto é fácil. Quando voce acredita nas mentiras que o diabo oferece, esta anulando a sua Fé e naquele momento abre-se uma porta de legalidade em sua vida. Quando voce acredita no sacrifício de Cristo verdadeiramente isto te leva a um padrão de santidade que a tua fé molda em seu caráter. A Fé no coração de Josué e Calébe fez a diferença  entre a geração que saiu do Egito e aquela geração, pois o povo que não tinha Fé não temia a Deus se contaminando com o pecado. Quem não tem fé não se santifica.

QUARTO PRINCÍPIO A FÉ VEM PELO OUVIR:  Romanos 10:17 “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”  O diabo sabe disto e antes de voce ouvir uma palavra boa, ele tenta fazer voce ouvir cem palavras negativas para que o teu ouvido e a tua mente já estejam cansados e descrentes.  Este é o motivo das pessoas terem sono durante o culto ou não prestarem atenção. O diabo lhes rouba a fé não os deixando ouvir a Palavra que as levara às conquistas. Josué não deixou com que os relatórios negativos dos espias contrariassem sua fé, pois já tinha um projeto para usufruir naquela terra.  Não deixe as más notícias frustrarem os teus projetos, “ouça e preste atenção em tudo que Deus te fala”.  Veja um lar onde os filhos ouviram desde pequenos: “vocês não prestam, nem sei por que vieram ao mundo, deveria ter abortado vocês me roubaram a felicidade, nunca vão prestar para nada. . . Imagine no que se tornaram ao crescerem? As pessoas crescem acreditando naquilo que ouvem ( infelizmente ouvem muitas coisas negativas e se alimentam delas).  A Pedra da Fé no Altar da Conquista anula todas as

 QUINTO PRINCÍPIO A FÉ É UMA MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO:  I Corintios 12:7 “Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.8 Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;  9 E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;”  Voce precisa Conhecer as promessas de Deus em sua vida  para entender o nível de fé que precisa.  Josué precisava de Fé para derrubar gigantes pois era o que queria impedi-lo de conquistar a Terra que fazia parte da Promessa.  Nada pode inibir a Manifestação do Espírito Santo em sua vida, nem o gigante das feridas, nem decepções, nem fracassos que sofreu lá atrás! Para cada Conquista voce deve buscar uma nova Manifestação do Espírito Santo em sua vida para que vença.  A Pedra da Fé no Altar da Conquista é uma Manifestação do Espírito Santo que da  poder para derrubar gigantes!


 SEXTO PRINCÍPIO ANDAMOS POR FÉ:  II Corintios 5:7 “(Porque andamos por fé, e não por vista)”.    Este é um princípio da Fé muitas vezes difícil de ser seguido, pois o mundo faz com que as pessoas sejam dependentes demais do dinheiro. Para se comer precisa de dinheiro, para se vestir precisa de dinheiro, para cuidar da saúde dinheiro, para realizar sonhos dinheiro, e assim por diante. . . Logo se não tiver dinheiro não haverá: comida, nem bebida, nem roupa, nem saúde, nem férias? ERRADO!!!  A Pedra da Fé levou Josué a atravessar um rio que estava em cheia e comer de um fruto da terra que não havia plantado, porém Deus havia lhe dado.  Há coisas que Deus já te deu só que ainda não tomou posse porque acha que não tem condições pra isso. As Promessas para acontecerem não dependem de voce ter dinheiro ou não e sim de voce crer e andar por fé até alcançá-las.  Josué não ficou pensando se tinha dinheiro ou não para comprar aquela terra; pois tinha a certeza de que Deus já havia lhe dado!  Tem gente ainda querendo construir no deserto, só que não se faz alicerce na areia, não se edifica casa no deserto; Deus quer que voce conquiste a Terra para edificar sua casa na Promessa. Tudo vai acontecer não porque voce teve recursos ou condições financeiras e sim porque teve FÉ na Palavra de Deus!  Andar por Fé não é ter condições e sim acreditar que pode!

  SÉTIMO PRINCÍPIO FÉ É UM FRUTO DO ESPÍRITO:  Gálatas 5:22 “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, . . .”  No novo nascimento o Espírito se desenvolve dentro de cada um até dar Fruto. Dentro deste Fruto há elementos necessários para que o Espírito permaneça vivo e um deles é a FÉ!  Nosso testemunho depende da Fé, nossas conquistas dependem da fé, permanecermos firmes depende da Fé. Josué tinha muitas razões que poderia leva-lo a morrer no deserto: não querer conduzir aquele povo incrédulo, se acomodar com a situação, jogar suas frustrações sobre as falhas do povo. Mas um motivo o impulsionava a sua Fé.  Existe uma diferença entre voce dizer “Eu quero Conquistar a Promessa” e “Eu vou Conquistar a Promessa”, A primeira demonstra uma vontade boa, mas que poderá ser persuadida a qualquer instante, porém a segunda demonstra determinação, certeza, FÉ!!!  A Pedra da Fé no Altar da Conquista é parte do Fruto do Espírito!


 OITAVO PRINCÍPIO A FÉ NÃO PODE SER FINGIDA:  I Timóteo 1:5 “Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.”    A Fé sempre vai produzir algo. Quando pregamos com Fé existe uma reação no Reino do Espírito, quando falamos do Amor de Deus com Fé existe um efeito sobre quem ouviu, quando há uma oração feita com Fé existe cura, milagre, maravilhas, . . .  Não tem como fingir que voce está conquistando as Promessas se não exercer Fé. Não adianta orar se não crer na sua  própria oração. De que adiantaria Josué dizer ao povo: “Eia, subamos e conquistamos a terra que o Senhor nos deu. . .”, se ele mesmo não cresce; os levaria a morte porque nem o Jordão abriria!  Quando eu tenho Fé não preciso falar que tenho, é visível, quem tem Fé tem atitudes. A Fé sem obras é morta isto é, se voce não agir não chega a lugar nenhum. Não adianta somente andar com alguém que tem Fé para as pessoas acharem que também tem Fé, exerça a sua!  A Pedra da Fé no Altar da Conquista é um Sinal de Sinceridade!


 NONO  PRINCÍPIO O JUSTO VIVE PELA FÉ:  Hebreus 10:38 “Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.”  O Justo é todo aquele que é Justificado pelo Sangue do Cordeiro. Não há como um Justo dizer: “vou desistir, não estou agüentando as lutas, Deus sabe que eu tentei. .”, isto são somente justificativas para a incredulidade, pois quem crê toma posse do Sacrifício de Cristo.   O Justo não depende das próprias forças, nem da própria sabedoria ou de recursos humanos. Existem lugares importantes aqui na Terra esperando a Manifestação dos Filhos de Deus!  Quantas noites Josué chorou no deserto profetizando”EU VOU CONQUISTAR”, ninguém sabe, . . .só se lembram do Jordão se abrindo, e todas as outras coisas, . . . mas Toda Conquista Tem um Preço “VIVA PARA ESTA CONQUISTA, DA FÉ”.  A Pedra da Fé no Altar da Conquista é um sinal dos Justificados!
[23/11 21:41] Claudenir Viola:     DÉCIMO PRINCÍPIO A FÉ É A CERTEZA:  Hebreus 11:1 “ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.”    Como voce pode dizer que tem fé se não tem certeza do que Deus vai fazer em sua vida. Se quando te perguntam se vai conseguir responde: Há não sei! Se Deus quiser vai dar certo! To esperando! Ah! Minha parte eu to fazendo (Este está desconfiado se Deus vai fazer mesmo).  Se voce não tem certeza, voce não tem Fé, Deus não trabalha com suposições, Deus não te abençoa com margem de erro (pode ser que sim pode ser que não), Deus não faz nada pela metade, com Deus é sim sim, não não, quanto a nossa Fé deve ser convicta e não duvidosa.  Existem coisas na tua vida que só roubam seu tempo, pois não tem certeza se é de Deus e mesmo assim luta por elas. Quantas pessoas oraram por alguém por anos que acabou se casando com outra pessoa (será que o erro foi de Deus?), Quantas pessoas se frustraram no ministério porque foram meninos na Fé ou agiram sem a certeza do que estavam fazendo?.  Quem tem certeza, o diabo não tira da posição que Deus colocou.  A Pedra da Fé no Altar da Conquista é a Certeza de tudo o que a Palavra de Deus tem para voce!


  DÉCIMO PRIMEIRO PRINCÍPIO SEM FÉ É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS:  Hebreus 11:6 “Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.”  O oposto da Fé chama-se incredulidade, a Palavra do Senhor diz: “aquele que se aproxima de Deus é necessário que creia que Ele exista e se torna galardoador dos que o buscam. . .”!  Este é o mais fácil dos impossíveis que esta ao alcance do homem (Não agradar a Deus). Este é o único impossível que o diabo pode operar na vida de um ser humano: “fazer com que não tenha fé em nada”, que não acredite que pode ser feliz, que não acredite em seus sonhos, em suas conquistas; que não de valor a sua vida, que seja desmotivado, etc. . .  Deus disse a Josué: “Filho tem bom ânimo. . .”, porque por mais que tenha a certeza das Promessas em sua vida, o diabo quer te desanimar.  A tua Fé faz parte da Alegria de Deus, a Fé que agrada a Deus move a operação de milagres.  A Pedra da Fé no altar da Conquista é algo que Agrada a Deus!

 DÉCIMO SEGUNDO PRINCÍPIO A FÉ VENCE O MUNDO:  I João 5:4 “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.”    A Fé é uma armadura de defesa que te protege na guerra da Conquista.  O mundo lança de todos os meios para vencer o crente. Não se faz novelas para quem adora a Deus, os programas na TV não são para edificar as famílias, não há descobertas científicas que não seja para o homem se endeusar, todas grandes catástrofes no mundo se repetem em várias edições nos telejornais para lançar um sentimento de medo e opressão sobre as pessoas.  Um trabalhador luta para conseguir comprar uma televisão que mais tarde vai influenciar seus filhos à caminhos errados.  Somente através da Fé voce poderá vencer todos estes obstáculos que o mundo lança a sua frente.  Josué venceu em seu tempo o mundo de adversidades que se levantou contra ele. Vença o mundo que se levanta contra voce através da Fé!    

   ORAR PELA MANIFESTAÇÃO DA FÉ

As etapas do chamado


“Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber aonde ia”.

OBJETIVO
Levar ao entendimento dos resultados da obediência ao chamado do Senhor.

Após o dilúvio, os filhos de Noé (Sem, Cão e Jafé) povoaram a terra.
Abrão era da descendência de Sem.
Seu pai foi Terá (Gn 11: 26).
Nasceu em Ur dos caldeus, região da Mesopotâmia.
Abrão teve seu nome trocado pelo Senhor para Abraão, que significava “pai duma multidão” (Gn 17).
No momento em que Abraão foi chamado por Deus (Gn 12) vivia com sua família em uma região de idolatria e superstição.


As etapas do chamado
Abraão foi o iniciador da trajetória de um povo que seria identificado como o povo de Deus.
Um começo baseado na fé; fé para obedecer ao Senhor.
Gn 12:1 Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;
O chamado de Abraão foi gradativo, passou por algumas etapas que aperfeiçoaram o seu entendimento de obediência (Hb 6: 15).

Obedecer ao Senhor significou:

* Sair de sua terra – não se deixar prender pelas atrações terrenas (materiais), sem vida espiritual.
Abraão teve que deixar Ur para trás, deixar o passado, as coisas passadas.
O nome Ur significa “estabelecimento”; então, Abraão teve que deixar aquilo que estava estabelecido para ele no plano material, aceitando o plano de Deus para sua vida.
Quando somos chamados pelo Senhor, devemos colocar esse chamado em primeiro plano em nossa vida.

* Sair de sua parentela – resistência à influência de conhecidos, de certos parentes e outras pessoas que, muitas vezes, tentam nos tirar do caminho traçado por Deus.

* Sair da casa do pai – deixar de termos como base os bens, heranças de família, as tradições, superstições e costumes que atrapalham o atendimento ao chamado de Deus.

* Sair para “uma terra que eu te mostrarei” – seguir para uma nova terra, uma terra desconhecida, na dependência de Deus, “sem saber aonde ia” (Hb 11:8b).

ATENDER AO CHAMADO = TORNAR-SE PARTICIPANTE DE UMA PROMESSA

No chamado o Senhor faz uma promessa a Abraão:
Gn 12:2-3 - “...de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome.
Sê tu uma bênção!; Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra”.

Sua esposa Sara era estéril, avançada em dias, mas Abraão confiou na promessa de Deus: Hb 11:11 “Pela fé, também, a própria Sara recebeu poder para ser mãe, não obstante o avançado de sua idade, pois teve por fiel aquele que lhe havia feito a promessa”.

Promessa que podemos aplicar em nossa vida:
* “De ti farei uma grande nação” – o atendimento ao chamado por fé gera frutos, fortalecendo a grande nação do Israel espiritual;
* “E te engrandecerei o nome” – nome eterno, o nome do servo escrito no livro da vida;
* “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem” – as bênçãos são decorrentes da obediência. O Senhor nos apresenta a benção e a maldição. Temos livre arbítrio: se escolhermos a benção seremos honrados por Ele, abençoados por nossa fidelidade;
* “Em ti serão benditas todas as famílias da terra”: o testemunho do servo alcançando outras vidas; o Senhor nos capacitando para que outros possam ser agregados a essa nação: Hb 11.8 “Pois, pela fé, os antigos obtiveram bom testemunho”. Abraão foi o patriarca de uma grande nação; Jesus, da descendência de Abraão, veio para trazer salvação a todas as famílias da terra, judeus e gentios. Ele nos convoca a levarmos a sua Palavra a todos.

CRESCER ESPIRITUALMENTE = RENOVAÇÃO DA PROMESSA

Abraão também foi sendo capacitado por Deus para atender completamente ao chamado, tendo a promessa renovada em sua vida: Gn 13: 14-17 “Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Levanta agora os teus  olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre.
Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.
Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei”.
Deus descortina ainda mais o Seu projeto para vida de Abraão.
A busca do conhecimento do Senhor deve ser constante, gerando crescimento espiritual.

* “Levanta-te” – o Senhor nos convoca a tomarmos conhecimento da grandeza de sua Obra. Levanta-te agora, o momento é hoje!
* Percorrer a terra – crer no plano do Senhor, alcançar a compreensão da nossa participação em Sua Obra, aquilo que o Senhor quer realizar através de nossas vidas hoje, a evangelização.
* “Porque eu ta darei” – a garantia do Senhor de que, onde passarmos por fé, indo em direção aquilo que Deus tem preparado para nós, teremos a experiência de que muitos serão atingidos e participarão conosco da posse da terra, a Canaã celestial.

A Palavra cita Abraão como um dos exemplos de fé: Hb 11:8-11 “Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber aonde ia.
Pela fé, peregrinou na terra da promessa como em terra alheia, habitando em tendas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa; porque aguardava a cidade que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e edificador”.

A obediência de Abraão ao chamado do Senhor nos mostra o projeto de salvação.
Rm 4:18;23-24 “Abraão, esperando contra a esperança, creu para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência; ...E não somente por causa dele está escrito que lhe foi levado em conta, mas também por nossa causa, posto que a nós igualmente nos será imputado, a saber, a nós que cremos naquele que ressuscitou dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor,”

Plano de Deus realizado: através de Abraão foi gerada uma nação de onde viria o Senhor Jesus, cumprindo-se assim o projeto de salvação para a vida do homem.

Abraão -> Israel -> Jesus

O Senhor Jesus nos chama para termos uma experiência de Fé; para sermos instrumentos em Sua Obra, para herdarmos a promessa.
Abraão foi chamado para ir até uma terra que não conhecia enfrentar desafios.
Hoje somos chamados para vivermos coisas novas que ainda não conhecemos.
Deus chama cada jovem de maneiras diferentes; é necessário ter fé para atender esse chamado.
Do mesmo modo como aconteceu com Abraão, desafios irão surgir: ele não sabia para onde estava indo, mas confiou e creu.
O resultado da obediência é benção.
Abraão não viu o cumprimento total da promessa, mas aquilo que foi prometido por Deus, foi cumprido.
O jovem ao atender ao chamado para evangelizar enfrentará também desafios e nem sempre verá o cumprimento imediato da promessa, mas estará confiando que aquilo que for prometido por Deus será cumprido.

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam a prova das coisas que não se vêem”. Hb 11: 1